Sociedade | 09-11-2016 09:48

Praga de jacintos no rio Sorraia

Praga de jacintos no rio Sorraia
BENAVENTE

Temperaturas altas na origem do problema.

As altas temperaturas que se fizeram sentir este ano são apontadas como estando na origem da praga de jacintos-de-água que invadiu o rio Sorraia. Esta é a justificação dada pela Câmara de Benavente que já pediu ajuda à Associação de Regantes e Beneficiários do Vale Sorraia para lidar com a situação, pois apesar de não ser competência municipal, os jacintos impedem a entrada da luz solar e a oxigenação da água, comprometendo a actividade económica e de lazer do rio.

As zonas mais críticas surgem junto a São Brás, na freguesia da Barrosa, onde há quilómetros de rio completamente cobertos por jacintos. Mas também no Porto Alto, Samora Correia, é possível ver estas espécies invasoras que dificultam a navegação no rio.

O Sorraia é um rio muito usado para a rega de terrenos agrícolas e para a pesca desportiva. Foi a direcção da secção de pesca do Grupo Desportivo de Benavente que comunicou a situação à câmara municipal. Esta questão foi também levantada pelos deputados do PSD Nuno Serra, Teresa Leal Coelho e Duarte Marques, eleitos por Santarém, que pediram a "intervenção urgente" do ministro do Ambiente para resolver o problema.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo