Sociedade | 19-01-2017 00:13

Câmara quer reunir com administração da Fábrica de Papel do Prado

A Câmara Municipal de Tomar vai agendar uma reunião com o conselho de administração e comissão de trabalhadores da Fábrica de Papel do Prado para perceber em que sentido o município “pode ser útil” e evitar o despedimento de 26 trabalhadores, que já contam com um mês de salários em atraso.

A proposta partiu do vereador Bruno Graça (CDU). “Trata-se de uma empresa centenária, temos um concelho que sofreu graves recessões no sector secundário e que com mais despedimentos em perspectiva entra numa situação muito difícil”, refere o autarca comunista.

A proposta, apresentada na reunião de câmara do dia 16 de Janeiro, foi aprovada por unanimidade, com o vereador João Tenreiro (PSD) a solicitar à presidente, Anabela Freitas (PS), “uma reunião em horário pós-laboral para que possamos estar todos presentes”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo