Sociedade | 15-04-2017 10:03

Arrancam demolições de casas dos fragateiros da Póvoa de Santa Iria

Arrancam demolições de casas dos fragateiros da Póvoa de Santa Iria

Obras têm início a 26 de Abril.

A Câmara de Vila Franca de Xira deu aos fragateiros da Póvoa de Santa Iria um prazo até dia 26 de Abril para que estes retirem todos os seus pertences das arrecadações ilegais existentes na zona ribeirinha da cidade. Nessa data avançam as demolições dos cais palafíticos e das arrecadações abarracadas que ali existem para que os trabalhos de concretização do parque urbano Moinhos da Póvoa possa avançar.

Alguns fragateiros estão descontentes com a forma como o processo tem sido conduzido porque o município não disponibilizou um local temporário onde os fragateiros possam guardar os seus materiais de pesca. Muitos não têm onde colocar os seus pertences logo que as demolições avancem, como O MIRANTE já tinha dado nota.

Na semana passada um novo alerta foi deixado por Francisco Guerreiro, eleito da CDU na Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira, que pediu ao presidente melhor ajuda à comunidade. “As pessoas estão preocupadas porque a câmara não lhes arranjou um local onde possam guardar as redes de pesca, os motores, tintas e materiais que lá têm. Estamos a falar de pessoas que cresceram ali e ali têm estado a vida toda. É uma questão sentimental. Mereciam da parte da câmara e da junta outra atenção e outro tratamento. O presidente da junta [Jorge Ribeiro, PS] conhece o assunto e nem se dignou ir lá conversar com as pessoas”, criticou.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo