Sociedade | 14-05-2017 00:07

Sociedade Recreativa da Granja chega aos 88 anos e quer manter a casa cheia

Sociedade Recreativa da Granja chega aos 88 anos e quer manter a casa cheia
VIALONGA

Colectividade festeja aniversário com vontade de fazer mais pela população da freguesia.

A Sociedade Recreativa da Granja, a colectividade mais antiga da freguesia de Vialonga, festeja este domingo, 14 de Maio, 88 anos de vida com vontade de fazer mais pela população e ter “sempre as portas abertas e a casa cheia”.

A colectividade reparte-se pela parte recreativa, pelo grupo de caça e pesca e pela união columbófila, mas funciona como um todo. Para o presidente João Nisa é uma forma de evitar “que haja três grupos a precisarem de sedes e de fazer tudo em separado”. É este espírito de união que também mantêm com o restante movimento associativo da freguesia: “Aqui em Vialonga, quando não há dinheiro e apoios suficientes, trabalhamos em parceria uns com os outros”.

A direcção da sociedade tem neste momento 11 pessoas, sete das quais com 20 e 21 anos. “É uma direcção aplicada, que gosta de trabalhar para os outros, que não fica na retaguarda a ver trabalhar”, elogia o presidente. Além deles ainda há um grupo de mais 30 mulheres que, “quando é preciso, estão sempre disponíveis para ajudar”, reconhece João Nisa.

“É sempre difícil atrair pessoas para a direcção e principalmente os jovens. Nas reuniões, os que estão cá agora dizem que as pessoas de fora não têm noção do trabalho que isto dá. Não é só organizar eventos: é preciso conseguir licenças, contratar pessoas, arranjar os brindes e tratar disso tudo leva muito tempo”.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Pedalar pelo ambiente em Vila Franca de Xira
    Foto do Dia
    Cerca de 600 pessoas realizaram na manhã de domingo, 17 de Setembro, um passeio de bicicleta de uma ponta à outra do concelho de Vila Franca de Xira. A “Pedalada pelo ambiente”, promovida pela câmara municipal na semana europeia da mobilidade e do dia europeu sem carros, visa mostrar o ciclismo como modalidade amiga do ambiente e como transporte alternativo não poluente. Os participantes pedalaram os 23 quilómetros que unem a estação de comboios da Castanheira do Ribatejo ao novo parque urbano da Quinta da Flamenga, em Vialonga.
    Foto do Dia | 23-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo