Sociedade | 05-09-2017 19:15

Sabacheira esteve meses sem água nas torneiras

Sabacheira esteve meses sem água nas torneiras
TOMAR

Situação ficou regularizada após substituição das condutas.

Em Monchite, no concelho de Tomar, Luís Pereira teve que utilizar a água da sua cisterna durante o Verão. A água da rede pública não chegou até à sua casa localizada no alto da pequena aldeia da freguesia de Sabacheira. “Para tomar banho tínhamos a água da cisterna que armazena a água da chuva, mas para comer e beber tínhamos que ir a Seiça buscar água a uma fonte. Entre Junho, Julho e Agosto não saía água nenhuma da torneira. A água é muito calcária e os tubos estão todos sujos”, explica Luís Pereira, de 39 anos. “Agora a água já corre, mas durante meses tivemos este problema”, conclui.

"O mês de Julho foi uma miséria, mas agora já corre bem. Estive a ver a mudança dos tubos quando a junta cá veio e a água passava por um buraco do tamanho de um dedo. O resto dos tubos estava tudo tapado com calcário. A junta mandou ir pôr dois camiões de água junto à capela para irmos lá encher os cântaros", conta Diamantino Duarte, residente em Monchite.

Na Câmara Municipal de Tomar, em resposta à questão levantada pelo vereador João Tenreiro (PSD) na última reunião do executivo, a presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS), respondeu que a autarquia tem estado a substituir as condutas, alguma delas colocadas há apenas dois anos.

“Continuamos a pressionar a EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres). A EPAL já respondeu a dizer que a ETA (Estação de Tratamento de Águas) da Asseiceira vai passar a abastecer todo o concelho de Tomar. A forma de captação de água na Mendacha é culpada das condutas estarem a ser substituídas”, revelou a autarca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo