Sociedade | 29-09-2017 08:25

Cego por falta de assistência no Hospital de Santarém fica com reforma de 277 euros

Cego por falta de assistência no Hospital de Santarém fica com reforma de 277 euros

Processo contra o hospital e queixa na Ordem dos Médicos ainda sem respostas

O tractorista de Fazendas de Almeirim que ficou sem poder trabalhar por ter ficado cego, na sequência de alegada falta de assistência no Hospital Distrital de Santarém, vai receber 277 euros de reforma por invalidez. Manuel João Rebelo, 36 anos, casado e com um filho pequeno, tem vindo a sobreviver desde o final de 2015, quando ocorreu a situação, tendo sido já submetido a várias cirurgias para evitar que o olho que está cego lhe seja retirado e substituído por uma prótese. O doente, que tem a decorrer um processo contra o hospital, no qual pede uma indemnização de cerca de 750 mil euros, não acredita que o caso se resolva nos próximos cinco anos.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo