Sociedade | 29-09-2017 11:40

Projectos vencedores do Orçamento Participativo de Abrantes são todos do Pego

Município disponibiliza 350 mil euros em 2017 para concretizar obras propostas por cidadãos.

Os projectos vencedores da segunda edição do Orçamento Participativo de Abrantes já foram divulgados e são todos oriundos da freguesia do Pego. O “Ringue para todos”, na escola EB1 do Pego, projecto apresentado por Ana Poupino, com um valor de 30 mil euros, mereceu 391 votos, o que lhe garantiu o primeiro lugar.


A "casa típica do Pego", da autoria de Ana Lília de Sousa, projecto de 80 mil euros, conseguiu o segundo lugar, com 292 votos. O terceiro lugar foi para Jorge Manuel de Sousa, que apresentou o projecto “circuito de manutenção e zona de lazer à entrada do Pego", no valor de 80 mil euros e que contou 204 votos.


A verba definida para a edição deste Orçamento Participativo (OP) era de 350 mil euros. Dado que o montante total dos três projectos vencedores totaliza 190 mil euros, o município decidiu, mediante o regulamento, incluir os projectos mais votados até perfazerem o montante disponibilizado. Sendo assim, vão ser também incluídos no OP de 2017 os projectos: "Construção de instalações sanitárias nos cemitérios de S.Facundo e Vale de Zebrinho", apresentado por Elsa Pires Coelho, com um valor de 40 mil euros; "Centro interpretativo do mundo rural em Bemposta", com um valor de 50 mil euros, apresentado por Paulo Fernandes; "formação comunitária em socorrismo e emergência geriátrica/ pediátrica" em S. Facundo e Vale das Mós”, apresentado por Ana Fernandes Ferreira, com um valor de 12.500 euros; e "construção de um jardim no miradouro de Fontes e de passeios na Rua Nª Srª da Assunção ", em Fontes, projecto apresentado por Sónia Campos Alagoa, no valor de 50 mil euros.


A análise à votação por freguesia revelou que 31% dos votos foram de cidadãos da freguesia do Pego, seguindo-se a freguesia de Mouriscas com 16% dos votos, a União de freguesias de Abrantes e Alferrarede com 15% e a freguesia de Bemposta, com 10%. Verificou-se ainda que 6% dos votos foram de cidadãos naturais de Abrantes, mas residentes em outros concelhos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo