Sociedade | 05-11-2017 10:15

Câmara reprova transferência da farmácia do Chouto para a Chamusca

Executivo considera que o fecho irá deixar desprotegida a população do Chouto, ficando sem aquele tipo de serviço.

A Câmara da Chamusca reprovou a transferência da farmácia do Chouto para a vila. Uma decisão tomada por unanimidade pelo executivo na reunião de 24 de Outubro, por se considerar que irá deixar desprotegida a população do Chouto, ficando sem aquele tipo de serviço.

O presidente do município, Paulo Queimado (PS), argumentou que já existem duas farmácias de serviço na Chamusca, e que irá abrir mais uma dentro de mês e meio, não querendo contribuir para que o Chouto fique desprovido desse serviço “que faz bastante falta à população”.

A vereadora Gisela Matias (CDU) alinhou pelo mesmo discurso, dizendo que “deve-se ter em conta que a população está cada vez mais envelhecida e, por isso, temos de preservar o seu interesse”. Já o vereador Rui Rufino (PSD/CDS/MPT) considera que, analisando os factos, “não faz sentido que a farmácia venha para a Chamusca e deixar o interior do concelho mais desprotegido”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo