Sociedade | 02-12-2017 17:20

Vereador critica excessos de alunos durante desfile do caloiro em Tomar

Todos cometemos excessos na juventude mas há que ter responsabilidades para prevenir situações complicadas”, alertou José Delgado.

O vereador da Câmara de Tomar José Delgado (PSD) aproveitou a discussão do ponto sobre isenção de taxas do desfile do caloiro para alertar a maioria socialista para os excessos que alguns alunos do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) cometem nestas alturas, referindo-se à situação de um jovem que teve que ser transportado de ambulância ao hospital devido a coma alcoólico.

“Tem que se fazer uma análise sobre o que os jovens pretendem exactamente deste desfile do caloiro, porque devemos prevenir eventuais tragédias que possam ocorrer na nossa cidade. Todos cometemos excessos na juventude mas há que ter responsabilidades para prevenir situações complicadas”, alertou José Delgado.

O vereador com o pelouro da Educação, Hugo Cristóvão (PS), justificou que o município tem acompanhado de forma próxima e regularmente as actividades dos alunos do IPT. “Temos feito reuniões regulares com os alunos e com a direcção do IPT e temos sido bem mais exigentes e fiscalizadores do que com outras colectividades e associações. Mas não conseguimos, nem a própria comissão de praxe consegue, evitar que haja um caso ou outro de exageros e de coma alcoólico. Além disso, não temos tido grandes situações de excessos mas não os conseguimos impedir na totalidade uma vez que isso também vai da responsabilidade de cada aluno”, sublinhou.

Em causa esteve uma situação na noite de 15 de Novembro, em que decorreu o tradicional desfile do caloiro do IPT, em que um aluno teve que ser transportada ao hospital devido à ingestão excessiva de álcool que lhe provocou um coma alcoólico.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1329
    13-12-2017
    Capa Médio Tejo