Sociedade | 25-01-2018 17:05

Concurso para rearborização de Santarém não teve interessados

Com o lançamento deste concurso a autarquia pretende beneficiar a qualidade, imagem e vivência destes espaços.

O concurso público lançado pela Câmara de Santarém no Verão de 2017 com vista à reaborização de algumas zonas da cidade de Santarém não contou com empresas interessadas, pelo que o município vai lançar novo procedimento nesse sentido. A informação foi dada pelo presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), durante a última reunião do executivo.

O autarca falava na resposta a um pedido de esclarecimentos do vereador Rui Barreiro (PS) acerca do abate, no emblemático jardim das Portas do Sol, de algumas árvores de grande porte e já com uma idade significativa. Ricardo Gonçalves explicou que essas árvores foram bastante afectadas por um vendaval registado este Inverno, tendo sido abatidas por não estarem em condições fitossanitáriase por razões de segurança. Garantiu ainda que vão ser plantadas outras árvores nesse espaço.

O concurso público que visa a rearborização do planalto citadino, no âmbito do Plano de Rearborização do Planalto de Santarém - Centro Histórico, contempla as seguintes zonas: Jardim Portas do Sol; Largo da Alcáçova e Av. 5 de Outubro; Rua Luís de Camões e Largo Mem Ramires; Largo Cândido dos Reis; Jardim da Liberdade e frente do Mercado Municipal; Cruzamento da EN114 com a Av. Gago Coutinho e Sacadura Cabral; Praça Egas Moniz - S. Bento; Ruas de S. Bento, D. Maria II e Dr. Barros e Cunha - S. Bento, Rua Maria Inês Schaller Dias - S. Bento e Largo dos Capuchos.

“Com o lançamento deste concurso a autarquia pretende beneficiar a qualidade, imagem e vivência destes espaços, melhorar as ligações funcionais e formais, os acessos pedonais e seleccionar as espécies mais indicadas para cada espaço, atendendo às árvores preexistentes”, dizia o município em nota de imprensa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo