Sociedade | 08-03-2018 11:15

Comandante da GNR julgado por onze crimes quando esteve no posto de Coruche

Comandante da GNR julgado por onze crimes quando esteve no posto de Coruche
Foto O MIRANTE

Sérgio Malacão é acusado de receber para vigiar herdade e anular multas.

O sargento da GNR que mais recentemente comandava o posto de Alpiarça, tendo sido substituído em Outubro, começou a responder no Tribunal de Santarém por onze crimes, que lhe são imputados quando esteve a comandar o posto de Coruche entre 2008 e 2012.

Entre as acusações que lhe são imputadas pelo Ministério Público estão a de receber dinheiro para vigiar uma herdade e as de retirar multas de empresas e conhecidos, entre as quais uma do filho do então presidente da câmara.

Na primeira sessão do julgamento, Sérgio Malacão esteve a prestar declarações durante todo o dia e começou por dizer que os factos que lhe são imputados não correspondem à verdade.

Malacão é acusado de um crime de corrupção passiva para acto ilícito, dois crimes de falsificação, quatro crimes de abuso de poder, um crime de denúncia caluniosa, dois crimes de denegação de justiça e prevaricação e um crime de coacção agravado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo