Sociedade | 07-04-2018 10:26

Assembleia da República aprova voto de pesar pela morte de José Andrade

José Andrade faleceu no dia 3 de Abril, vítima de doença prolongada.

A Assembleia da República aprovou na quinta-feira, 5 de Abril, um voto de pesar pelo falecimento de José Andrade, que foi deputado entre 1976 e 1980, vereador da Câmara de Santarém entre 2002 e 2005, e presidente da Confederação dos Agricultores Portugueses (CAP), tendo nessa condição ajudado a fundar o Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, de que foi o seu primeiro presidente.

José Andrade, nascido no Vale de Santarém, em 1948, licenciou-se em engenharia pelo Instituto Superior de Agronomia e foi à agricultura que dedicou grande parte da sua vida. Faleceu no dia 3 de Abril, vítima de doença prolongada.

“O engenheiro José Andrade foi um homem de convicções, ligado à terra, comprometido com a defesa do mundo rural e da agricultura portuguesa. Deixou-nos um grande Ribatejano, um grande Português”, lê-se no voto de pesar proposto pela bancada parlamentar do PSD e aprovado por unanimidade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo