Sociedade | 07-04-2018 12:40

Cartões de crédito extraviados em Salvaterra de Magos

Pelo menos seis cartões de crédito foram extraviados em Salvaterra de Magos. Bombeiro profissional em Benavente é um dos lesados.

Um golpe rebuscado, sem culpados à vista, já extraviou pelo menos seis cartões de crédito, no distrito de Santarém. Todos eles, cartões Universo, associados às lojas do grupo Sonae.

Felisberto Santos, bombeiro profissional em Benavente e habitante de Salvaterra de Magos foi um dos lesados desta burla. Nos últimos dias, foram feitos levantamentos, num total de 1253€, com o cartão de crédito Universo, que nunca chegou a receber. Já expôs a situação ao concelho jurídico da Sonae, apresentou queixa no posto da GNR de Benavente e fez reclamação por escrito aos CTT.

Depois de apresentar queixa às autoridades, foi-lhe dito por um militar da GNR que havia pelo menos mais seis queixas e de que todas estavam ligadas aos cartões Universo. O MIRANTE contactou a GNR de Benavente, que até ao momento não quis prestar declarações.

No dia 31 de Janeiro, Felisberto Santos, deslocou-se à loja Continente de Porto Alto, mostrando interesse em voltar a adquirir um cartão Worten. Em alternativa, foi-lhe sugerido o cartão Universo, um novo modelo apresentado pelo grupo Sonae, que concentra num só cartão, os cartões de crédito de cada maca do grupo, como o cartão Worten. “Já tive um cartão Worten no passado e nunca tinha tido qualquer problema. Desta vez, disseram-me que o cartão em vigor com mais vantagens era o Universo. Fiz o pedido de adesão, sem saber que iria acabar desta forma”, contou o lesado a O MIRANTE.

O pedido foi feito, mas o cartão nunca chegou. No dia 29 de março, recebeu uma mensagem de texto no telemóvel, a informar que lhe iriam ser debitados 61,75€ da sua conta pessoal. A quantia de pagamento do extrato mensal, cobrada após terem sido feitos movimentos com o cartão Universo. “Com este cartão levantaram 1253€. Já tive a confirmação de que os levantamentos foram feitos no multibanco do Centro de Saúde de Benavente e em Coutada Velha”, adiantou o lesado.

Felisberto Santos já bloqueou os pagamentos à Universo. Aguarda agora, uma resposta por parte dos CTT e deposita a sua esperança na investigação para apanhar os culpados.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo