Sociedade | 04-07-2018 21:57

Prisão preventiva para suspeito de atear incêndio florestal

O incêndio provocado pelo suspeito obrigou à mobilização de um helicóptero, oito veículos e 37 operacionais dos Bombeiros Municipais de Abrantes e do Sardoal.

Um homem detido por suspeita de ter ateado um incêndio florestal na tarde de segunda-feira na zona de Mouriscas, Abrantes, ficou preso preventivamente depois de ter sido ouvido na terça-feira em primeiro interrogatório judicial, foi hoje anunciado.

Segundo a Procuradoria da Comarca de Santarém, o incêndio obrigou à mobilização de um helicóptero, oito veículos e 37 operacionais dos Bombeiros Municipais de Abrantes e do Sardoal.

O tribunal aplicou a medida de coação de prisão preventiva atendendo aos perigos de continuação da actividade criminosa e de perturbação da ordem e tranquilidade públicas, identificados pelo Ministério Público (MP).

A investigação prossegue na Directoria de Leiria da Polícia Judiciária, sob orientação da 2.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém..

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo