Sociedade | 10-10-2018 18:09

Entroncamento pede ajuda para identificar autores de actos de vandalismo

Foram atiradas pedras da calçada contra os vidros de escola que apesar da sua resistência ficaram danificados.

A Câmara Municipal do Entroncamento pediu ajuda à população para tentar descobrir os autores dos actos de vandalismo praticados no fim de semana de 29 e 30 de Setembro na Escola Básica do Bonito. Segundo o comunicado divulgado no site da autarquia, nesse período de tempo foram atiradas pedras arrancadas da calçada, contra os vidros do estabelecimento de ensino que apesar da sua resistência ficaram danificados.


“Estes actos de vandalismo são atitudes repugnáveis de indisciplina, falta de civismo de pessoas sem valores que se julgam acima de todos. A destruição de uma escola, símbolo do ensino e do crescimento de uma sociedade é um acto inqualificável de desrespeito por todos.”, pode ler-se no documento.


Os vereadores do PSD na Câmara Municipal do Entroncamento, Jaime Ramos e José Baptista, já tomaram posição sobre o sucedido emitindo um comunicado em que lamentam não terem sido informados dos actos de vandalismo pelo presidente da câmara, Jorge Faria (PS) durante a reunião do executivo de 1 de Outubro e acusam o autarca de se comportar como se exercesse o poder num regime “presidencialista”. Referem ainda que situações de falta de informação aos vereadores da oposição têm sido repetidas ao longo do mandato.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo