Sociedade | 09-11-2018 15:44

Vereadora de Rio Maior abandona sessão de câmara em protesto

Vereadora de Rio Maior abandona sessão de câmara em protesto
Ana Figueiredo no momento em que abandonava a sala de sessões.

Ana Figueiredo (CDS) não gostou que a presidente da câmara Isaura Morais (PSD) não lhe desse de imediato a palavra e saiu da sala.

A vereadora da Câmara de Rio Maior Ana Filomena Figueiredo (CDS/PP) abandonou a reunião do executivo desta sexta-feira, 9 de Novembro, como forma de protesto pela forma como, na sua óptica, a presidente da autarquia, Isaura Morais (PSD), estava a conduzir os trabalhos.

Em causa esteve o facto de Isaura Morais não ter dado a palavra a Ana Filomena Figueiredo quando esta pediu - numa altura em que se debatia a atribuição de bolsas de estudo a alunos do concelho -, para permitir que o vice-presidente da câmara, Filipe Santana Dias (PSD), prestasse alguns esclarecimentos sobre o assunto.

Antes já se tinham registado algumas picardias veladas entre as duas autarcas que não passaram despercebidas a quem assistia à sessão. Ana Figueiredo considerou que Isaura Morais foi “mal educada” por não lhe ter dado a palavra quando quis intervir, arrumou os seus pertences, levantou-se e saiu da sala de sessões.

A presidente da câmara refutou as acusações, referindo que não quis cortar a palavra a ninguém mas apenas permitir que fossem dados esclarecimentos pelo vice-presidente sobre essa matéria antes de passar a palavra à vereadora do CDS, até há dois meses titular da pasta da Educação.

Recorde-se que, no início de Setembro último, a presidente da Câmara de Rio Maior retirou os pelouros à vereadora do CDS (entre eles os da Cultura e Educação) na sequência de um email que Ana Filomena Figueiredo enviou a todos os vereadores e colaboradores do município, alegando “um transbordar de situações”, que atribuiu a “autoritarismo e falta de diálogo” por parte do vice-presidente, Filipe Santana Dias (PSD).

A coligação PSD/CDS ficou abalada pelo acontecimento mas não caiu, mantendo-se com funções executivas no município, a par dos eleitos do PSD, o vereador do CSD Miguel Santos. Mas as relações entre Ana Filomena Figueiredo e a bancada do PSD nunca mais foram as mesmas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo