Sociedade | 03-12-2018 07:00

Câmara de Abrantes perdoa dívida de 300 mil euros a municípios vizinhos

Câmara de Abrantes perdoa dívida de 300 mil euros a municípios vizinhos

Caso relaciona-se com os custos de construção do aterro sanitário intermunicipal de Concavada, inaugurado há vinte anos e entretanto desactivado.

Passadas duas décadas sobre a construção do aterro sanitário intermunicipal de Abrantes, e volvidos perto de 10 anos desde o seu encerramento, a Câmara de Abrantes decidiu abdicar dos cerca de 300 mil euros que ficaram em dívida pelos municípios vizinhos de Mação, Sardoal e Gavião. Um compromisso que resultou dos custos de construção do aterro entretanto desactivado.

A proposta de deliberação que isenta o município de Mação em 110,883,24 euros, o município de Sardoal em 81.867,84 euros e o município de Gavião (distrito de Portalegre) em 103.873,56 euros, foi aprovada pela maioria socialista na Câmara de Abrantes, mas o assunto não caiu bem entre a oposição.

O vereador Armindo Silveira, do Bloco de Esquerda, diz estar em causa uma verba muito elevada e não compreende como é que a autarquia não tomou medidas mais drásticas para a reaver, recorrendo, por exemplo, aos tribunais. Rui Santos, do PSD votou contra, alinhando com o BE na questão da verba avultada, acrescentando que corresponde, por exemplo, ao montante disponível no município para o Orçamento Participativo.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo