Sociedade | 05-12-2018 12:35

Nó de Rio Maior no IC2 novamente fechado por motivos de segurança

Instabilidade num talude de uma extracção de areia obriga novamente a cortar a via de acesso ao itinerário complementar que liga a Lisboa e ao Porto.

A empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) decidiu cortar novamente a circulação rodoviária no nó de Rio Maior do IC2 por terem sido identificados sinais de instabilidade num talude localizado junto ao ramal de ligação àquele itinerário complementar. Como alternativa, o acesso à cidade de Rio Maior, a partir do IC2, pode ser efectuado pelo nó de Asseiceira, no sentido Alcoentre/Rio Maior, e pelo nó do Alto da Serra, para quem segue no sentido Leiria/Rio Maior.

“Esta decisão decorre do processo de monitorização que a IP tem vindo a realizar neste local do IC2, onde existe um talude decorrente de uma exploração de areia, na proximidade do ramo, e cuja condições de estabilidade se deterioraram devido às condições climatéricas adversas que foram sentidas recentemente”, lê-se em comunicado emitido pela IP.

A empresa agradece a melhor compreensão dos automobilistas para os eventuais transtornos causados por esta medida, que, sublinha, tem como “único objectivo acautelar a segurança dos utilizadores do IC2”.

O nó de Rio Maior do IC2 já tinha estado fechado em 2016 devido a razões semelhantes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo