Sociedade | 03-02-2019 10:00

As histórias que era bom ouvir contar do ex-presidente da Chamusca

As histórias que era bom ouvir contar do ex-presidente da Chamusca
O MIRANTE DOS LEITORES

Sérgio Carrinho fez setenta anos dia 18 de Janeiro e durante três décadas foi presidente da Câmara da Chamusca.

Sérgio Carrinho fez setenta anos dia 18 de Janeiro e durante três décadas foi presidente da Câmara da Chamusca. A Universidade Sénior aproveitou o seu talento de contador de histórias para através desses seus testemunhos criar uma cadeira de cidadania e fez muito bem mas é uma pena que trinta anos de experiência autárquica tenham sido arrumados como umas botas velhas e sem préstimo.

É verdade que muita coisa foi mudando ao nível da gestão autárquica e das relações ente o poder central e o poder local mas Sérgio Carrinho tem mil e uma histórias para contar relativas à sua actividade política que se vão irremediavelmente perder e que seria útil preservar, nomeadamente as que envolvem relacionamentos com políticos e com burocratas da administração central.

A aprendizagem faz-se a partir do conhecimento do passado e do passado recente. A nível nacional ainda há políticos e técnicos com quem Sérgio Carrinho reuniu e negociou, que estão no activo.

Quem entra de novo para a política local acha sempre que pode ignorar o conhecimento cumulado pelos seus antecessores, sejam eles do mesmo ou de outro partido. É um sinal de ignorância mas é assim. E é pena que não haja quem consiga convencer pessoas como Sérgio Carrinho e outros antigos autarcas a falar de coisas importantes que viveram. Perspectivar o passado em função do futuro é um acto de grande inteligência.
Fernando de Carvalho

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Vale Tejo