Sociedade | 04-02-2019 18:00

Falta de passadeiras é um perigo em Aveiras de Cima

Falta de passadeiras é um perigo em Aveiras de Cima
PERIGO

Apesar dos vários alertas dirigidos por autarcas à Infraestruturas de Portugal, a zona da rotunda do nó da A1 continua a não ter garantias de um atravessamento seguro.

Na rotunda do nó da A1, em Aveiras de Cima, peões e automobilistas deparam-se diariamente com situações de risco devido à falta de passadeiras para atravessamento da estrada. A população contesta e a junta de freguesia concorda. Por sua vez, a Câmara de Azambuja já ali pintou passadeiras que entretanto foram retiradas por indicação da Infraestruturas de Portugal (IP), que tutela as estradas nacionais.

Isabel Patrício, uma moradora da zona, lamenta que ainda não tenham decidido colocar ali passadeiras. Encostada ao rail de protecção, aguarda pacientemente que um dos carros opte por parar. Para além da falta de passadeiras, em torno da rotunda também não há passeios que tornem a espera mais segura.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Vale Tejo