Sociedade | 09-02-2019 15:00

Diz-se diplomata e soma conflitos com polícias em Santarém

Tribunal já tem vários casos e agora condenou-o por resistência e agressão a agente.

O homem que já tem um historial de desentendimentos com a PSP de Santarém e que umas vezes diz ser diplomata e outras apresenta-se como advogado da ONU, foi condenado por resistência e coacção e agressão a um agente policial. O Tribunal de Santarém, que o julgou em processo sumário, para casos de flagrante delito, deu como provado que Jorge Santos Silva não quis identificar-se ao agente na sequência de uma infracção de trânsito, tentou evitar a sua detenção e arranhou o polícia nas mãos.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1390
    13-02-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1390
    13-02-2019
    Capa Médio Tejo