uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Trabalhadores da indústria papeleira protestam em Tomar

Edição de 19.03.2003 | Economia
O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Celulose de Papel, Gráfica e Imprensa vai promover na sexta-feira, 21 de Março, uma concentração de trabalhadores em Tomar. O ponto de encontro é a Praça de Olivença, a partir das 10h30.A intenção dos organizadores é protestar contra um sistema que permite que trabalhadores de empresas entretanto falidas, como as fábricas de papel da Matrena e de Porto de Cavaleiros, estejam há anos sem receber as indemnizações a que têm direito.“Esta é uma concentração especificamente para os trabalhadores cujas empresas encerraram; trabalhadores com salários em atraso; e ainda para todos os trabalhadores que estão contra esta política ruinosa de ataque aos direitos dos trabalhadores levada a cabo por este (des)governo”.A direcção do sindicato afirma ainda que “as empresas encerraram por má gestão das administrações, mas quem está a pagar essa má gestão são os trabalhadores, que ao longo de muitos anos não recebem o que as empresas lhe ficaram a dever”. Tudo, dizem, porque “o funcionamento dos tribunais é bastante moroso e o que restou das empresas no seu encerramento vai desaparecendo aos poucos e poucos e ninguém é responsável”.Entretanto a União de Sindicatos de Santarém, afecta à CGTP, agendou para esse mesmo dia acções de luta no Entroncamento (junto à estação) e em Santarém (junto à estátua de Alexandre Herculano), a partir das 15h30. O objectivo é protestar contra o que consideram uma “ofensiva anti-laboral global” , com especial incidência no chamado pacote laboral.

Mais Notícias

    A carregar...