uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O sexo na política

Edição de 19.03.2003 | Editorial
O que se está a passar em Tomar, a propósito do caso do alegado assédio sexual de um vereador a funcionárias da autarquia, não deixa de boca aberta ninguém que conheça bem o meio. António Paiva, o presidente da câmara, bem pode argumentar dizendo que não sabia de nada, que para ele tudo isto é uma novidade. Basta conhecer o presidente da câmara e a sua velha forma de trabalhar para perceber que nada do que acontece na autarquia lhe passa ao lado. Se o assunto for polémico, então, o mais certo é que lhe passe mesmo à frente e não ao lado.Não há gente estúpida quando a conversa mete saias. António Paiva sabe isso muito bem e devia ser mais genuíno a tratar deste assunto. O mais certo, dizemos nós, é que este caso de alegada coacção sexual fique em águas de bacalhau mas é preciso, a tempo, denunciar a hipocrisia da situação. Tanta gente boa e ainda ( quase) na idade da inocência a dizer-se assediada há uma eternidade e ninguém, afinal, sabia de nada ? Levando ao exagero o caricato da situação, e sabendo como o vereador António Fidalgo é conhecido por ser um bom homem e um exemplar chefe de família, então alguém anda a tramar o vereador porque chegou o tempo da caça às bruxas no reinado de António Paiva.O sexo na política dava pano para mangas no nosso distrito. Quem é que não gostaria de ver na praça pública algumas notícias sobre políticos bem conhecidos, uns que gostam de mergulhar a cabeça no colo de outros/as, mesmo circulando nestas estradas perigosas, outros que, nos seus gabinetes azuis, têm em cada mulher uma amante ?Apesar de haver na região um jornal de caserna com este tipo de notícias sempre actualizadas ( algumas são deliciosas de ouvir mas quase sempre aparecem desmentidas dias depois ), na imprensa escrita portuguesa o sexo na política não ajuda a vender jornais. E ainda bem. Cada um é livre de fazer o que muito bem entende e dormir com quem muito bem lhe apetece. E os jornalistas e os jornais não têm nada com isso.Neste caso de Tomar o assunto muda de figura porque há uma queixa-crime contra um político bem identificado. António Fidalgo deve estar a passar das boas com toda esta situação. Que pena não falar e dar a cara já que a sua fama de bom homem e exemplar chefe de família nunca foi desmentida.JAE

Mais Notícias

    A carregar...