uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Vereadora da CDU lança suspeitas sobre presidente da Câmara de Almeirim

A vereadora da CDU na Câmara de Almeirim, Manuela Cunha, levantou suspeitas sobre a forma como está a ser conduzido pelo presidente da autarquia, Sousa Gomes (PS) o processo do projecto imobiliário proposto para o local onde se situam os antigos celeiros da EPAC, no centro da cidade.

Edição de 11.06.2003 | Sociedade
A autarca deu a entender, na reunião do executivo de 2 de Junho, que suspeitava da existência de situações menos claras e, em declarações à Rádio Comercial de Almeirim foi mais longe, ao afirmar que o que se estava a passar era “muito estranho” e que não estava a ser “acautelado o interesse público”.Segundo uma nota emitida pelo gabinete do presidente, “as virtudes” da proposta apresentada pelo promotor do empreendimento são o desaparecimento dos celeiros, considerados edifícios desaquados para a zona, o “desafogo” que se verificará da frente do Pavilhão Desportivo Municipal e “o terminar com alguns cantos mal frequentados do Parque Desportivo, para instalação de residências”.Para além disso, diz o texto, um aspecto sensível da mesma é “o de propor a troca de terreno do particular com terreno público, sendo este de maior área mas de pior localização”.Mas onde a maioria socialista que governa a câmara vê vantagens, a vereadora da oposição só vê desvantagens. Manuela Cunha afirma que na permuta de terrenos a câmara cederia uma maior superfície e com muito maior valor do que o que receberia e acusa os socialistas de terem feito uma alteração ao plano de urbanização da zona – permitindo a construção de edifícios de cinco pisos onde antes só era permitida a construção de quatro – por encomenda. “Este assunto é o mais escandaloso desde que estou na câmara”, diz a autarca.

Mais Notícias

    A carregar...