uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Isla aposta em Turismo e Economia

Cursos arrancam no próximo ano lectivo
Edição de 09.07.2003 | Sociedade
A abertura da primeira licenciatura em Turismo na região e de um doutoramento em Economia e Gestão de Empresas , “inovador ao nível da Península Ibérica”, são as grandes apostas do Instituto Superior de Línguas e Administração – ISLA de Santarém para o próximo ano lectivo.Os dois cursos foram apresentados durante uma conferência de imprensa, que se realizou no auditório das instalações do Largo Pedro Álvares Cabral, em Santarém, na quinta-feira à tarde.Para o presidente da instituição, António Madeira, o doutoramento em Economia e Gestão, que funciona em parceria com a Universidade de La Rioja, Espanha, integra-se na diversificação que a instituição quer seguir e corresponde a “um projecto de internacionalização de cursos”. O objectivo do doutoramento é dar uma oportunidade à população licenciada de continuar a sua formação, proporcionar às instituições da região os doutores para que possam cumprir as exigências legais e promover uma “vertente de investigação científica que é estratégia em instituições de ensino superior”.O doutoramento proporcionado pelo instituto, segundo as directrizes da Convenção de Bolonha - um documento de referência para o futuro do Ensino Superior no espaço europeu - permitirá aos candidatos obter o grau de doutor em apenas quatro anos. “E com a garantia de ser automaticamente reconhecido em toda a Europa”, salienta o coordenador do doutoramento António Godinho.Após um ano lectivo é possível ao doutorando obter um Título de Estudos Avançados e no final do segundo ano poderá receber um Diploma de Suficiência Investigadora, ambos oferecidos pela Universidade de La Rioja. Os dois anos seguintes destinam-se à elaboração da tese de doutoramento.As aulas irão decorrer nas instalações do ISLA de Santarém, onde se deslocarão os professores espanhóis. O curso também contará com docentes doutorados portugueses. “Num panorama universitário nacional, público ou privado, com graves lacunas na investigação científica, este inovador programa destina-se a impulsionar a investigação científica, motivando os nossos docentes na prossecução desse objectivo, tão necessário em qualquer instituição de ensino superior universitário”, afirma António Godinho. A abertura de uma licenciatura em turismo pretende dar resposta ao grande desafio que se coloca ao país, através de uma aposta num sector estratégico e que não está coberto na região. “A região tem que olhar mais profundamente para o turismo. Fátima poderá ser um factor competitivo. Toda a área do distrito não está a ser desenvolvida na temática ”, alerta António Madeira.

Mais Notícias

    A carregar...