uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Cuidado com os piercings e tatuagens

Edição de 23.07.2003 | Sociedade
Um estudo da União Europeia concluiu que a aplicação de piercings e tatuagens, sem os necessários cuidados de saúde, pode conduzir a infecções virais e bacterianas e potenciar doenças como o melanoma ou a lepra. A investigação, divulgada a semana passada em Bruxelas, levou em conta a procura cada vez maior destas aplicações por parte dos jovens e o aumento das preocupações sobre os riscos para a saúde associados a esta moda. Por outro lado, o conhecimento sobre a composição química, a identificação e características tóxicas dos materiais utilizados são mínimos.Os resultados da investigação da União Europeia mostram uma visão geral dos possíveis danos para a saúde associados às tatuagens e aos piercings, quando os padrões de saúde não são respeitados. Estas práticas podem causar infecções virais - como hepatites e o VIH - bacterianas, reacções alérgicas, como irritação da pele e urticária, lesões malignas como o melanoma, lepra e outras doenças.Durante a apresentação dos resultados do relatório, o comissário europeu para a Investigação, Philippe Busquin, apelou a quem pretende fazer uma tatuagem ou colocar um piercing para se assegurar primeiro de que estão garantidas todas as medidas de segurança, em termos de cuidados de saúde.Na divulgação do estudo foi ainda realçada a necessidade dos Estados-membros desenvolverem legislação própria e adequada a esta matéria, já que a que existe é muito limitada às práticas de higiene: utilização de luvas e esterilização de agulhas. O relatório evidencia a necessidade da esterilização de todo o material, tintas e cores, definição da sua pureza e a necessidade de assegurar o nível tóxico dos materiais.

Mais Notícias

    A carregar...