uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Nova sede da junta em Novembro

Vila Franca tem mais um auditório
Edição de 22.10.2003 | Sociedade
O auditório da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, integrado na nova sede da autarquia que será inaugurada na terceira semana de Novembro, foi estreado no último sábado, 18 de Outubro. A sala com capacidade para 65 lugares acolheu o I Conselho Distrital da Delegação de Lisboa da Associação Nacional de Freguesias (Anafre). O espaço situado no rés do chão do bloco 3 do edifício Varandas do Tejo, na Rua dr. Vasco Moniz, está equipado com um moderno sistema de som e imagem e permitirá a realização de colóquios, seminários e espectáculos culturais em ambiente mais intimista. As cadeiras são vermelhas e na lateral não faltam imagens da cidade e da sua ligação ao rio e à lezíria. Dentro de um mês, todos os serviços administrativos serão transferidos para o local que acolherá também a loja do cidadão da cidade, a área de fomento e os centros operacional e de coordenação da junta. O espaço onde funciona a junta na rua Alves Redol será devolvido ao proprietário.A nova sede da junta de freguesia custou 375 mil euros (75 mil contos) e segundo o presidente José Fidalgo (PS), ao contrário da maioria das sedes, “não teve um cêntimo de financiamento da administração central e teve uma exígua colaboração da câmara”.Segundo o presidente, a junta conseguiu construir a obra graças à colaboração de empresas que assinaram com a autarquia protocolos de colaboração. Acordos que deram origem a “mal entendidos” que José Fidalgo quer esclarecer no dia da inauguração. “As contas e os documentos estão disponíveis para quem quiser consultar”, disse. O espaço, que foi área de cedência do urbanizador, foi cedido à junta pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira em direito de superfície. A cedência foi uma das contrapartidas para a junta deixar o espaço da antiga sede e oficinas junto à igreja para a paróquia. A outra é a construção de oficinas num local que ainda não está definido. O presidente da junta considera urgente a definição e o avanço da construção que previu para o próximo ano.

Mais Notícias

    A carregar...