uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Acerto de contas

Benavente e Coruche entenderam-se sobre o financiamento do Centro de Dia do Biscaínho
Edição de 24.12.2003 | Sociedade
As câmaras de Benavente e Coruche chegaram a acordo e vão assinar um protocolo que acerta as contas na obra do Centro de Dia do Biscaínho e viabiliza a transferência do centro social de Foros da Charneca para a posse do município de Benavente.O centro, construído na fronteira entre os dois concelhos, está a servir os idosos de Biscaínho (Coruche) e Foros da Charneca (Benavente) depois de ter estado mais de três anos fechado após a conclusão das obras. Em causa estava a falta de financiamento e o promotor da obra, Vicente Faria, chegou mesmo a responsabilizar a Câmara de Benavente pelo atraso, uma vez que Coruche já tinha assumido a sua parte.Benavente argumentava que faltava ouvir o parecer da Liga de Melhoramentos de Foros da Charneca que tinha manifestado interesse em ter um centro de dia próprio em vez de encaminhar os seus idosos para o Biscaínho, apesar dos centros das duas localidades estarem separados por menos de dois quilómetros.Esse diferendo obrigou à intervenção do director do Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Santarém, António Campos. O centro, com capacidade para 60 utentes, acabou por abrir portas em Junho passado para servir os idosos das duas freguesias. Entretanto decorreram conversações entre a Associação Recreativa e Cultural Biscainhense, segurança social e as duas câmaras. Depois de algumas negociações, as duas autarquias entenderam-se e seguiram o protocolo acordado há mais de 10 anos, mas que nunca foi oficializado.As câmaras assumiram 40 por cento do valor da obra (117.720 euros), sendo que Benavente vai pagar 35 por cento desse valor (41.203 euros) e Coruche já pagou o restante (76.518 euros), para além de ter suportado os arranjos exteriores.O protocolo prevê ainda que o Centro Social de Foros da Charneca, construído na década de 80 com financiamento das duas autarquias, e o local onde funciona o posto médico que serve as duas localidades passe a ser propriedade exclusiva da Câmara de Benavente. Como compensação, Coruche recebe 35.337 euros.

Mais Notícias

    A carregar...