uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Cientistas do futuro debatem escravatura

O Grupo Dinamizador do Projecto Escola Associada da UNESCO, da Escola Secundária de Sá da Bandeira, de Santarém, escolheu como tema do VI Encontro de Cientistas do Futuro das Escolas Associadas da UNESCO: “ Do tráfico negreiro às novas formas de escravatura ”. Uma opção que tem em conta o facto de a UNESCO ter considerado 2004 como “Ano Internacional em Memória do Tráfico Negreiro e da sua Abolição”.

Edição de 14.01.2004 | Sociedade
A iniciativa decorre em Santarém, de 14 a 17 de Janeiro de 2004, na Escola Secundária de Sá da Bandeira com a participação de alunos e professores da escola anfitriã e de mais oito escolas secundárias convidadas: Externato Liceal de Torre de Dona Chama, E. S. de António Nobre ( Porto ), E. S. de Maria Lamas (Torres Novas), E. S. Dr. Ginestal Machado ( Santarém ), I. E. S. Pedra da Auga ( Ponteareas – Galiza ), I. E. S. de Pontecaldelas ( Galiza ), I. E. S. Luis Seoane ( Pontevedra – Galiza ) e Colégio Pedro II ( Rio de Janeiro).Segundo a organização, os alunos realizaram trabalhos de pesquisa que os sensibilizaram para a participação nos vários workshops que se realizam durante o encontro. Em debate vão estar temas como “A situação da mulher”, “A imagem do negro na publicidade”, “Novas formas de escravatura”, “O que posso fazer para promover os direitos humanos?”, “Biologia e racismo” e “Os novos imigrantes em Portugal”. Para além dos workshops, fazem parte do programa uma visita ao centro histórico de Santarém e a Lisboa. A animação cultural será assegurada pelos alunos participantes que apresentam diversos aspectos da cultura das suas regiões, pelo Teatrinho de Santarém que apresenta a peça “Casting-Gil” e pelo Grupo Académico de Danças Ribatejanas. O encontro tem o patrocínio da Comissão Nacional da UNESCO, do Governo Civil de Santarém, da Câmara Municipal de Santarém, da Escola Secundária de Sá da Bandeira, da Estação Zootécnica Nacional e da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária de Sá da Bandeira. Conta, ainda, com o apoio da Amnistia Internacional e das Delegações de Santarém do Instituto Português da Juventude e do INATEL.

Mais Notícias

    A carregar...