uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Governo vai apoiar empresas na contratação de jovens qualificados

Edição de 13.04.2005 | Economia
Com o objectivo de dinamizar a Inovação nas pequenas e médias empresas (PME), fomentar a competitividade empresarial e simultaneamente apoiar o emprego dos jovens, o Governo vai lançar o “Programa Inov-Jovem - Jovens Quadros para a Inovação nas PME”, aprovado em Conselho de Ministros no dia 24 de Março.Trata-se de um programa de apoio financeiro às PME nacionais que possibilitará a inserção profissional de um total de mil jovens, com idade até 35 anos, diplomados nas áreas de gestão, engenharia, ciência e tecnologia e outras áreas críticas para a inovação e o desenvolvimento empresarial. As empresas beneficiárias deverão ter até 250 trabalhadores e estar envolvidas em processos de Inovação e Desenvolvimento Empresarial.Esta medida de apoio terá duas vertentes distintas. As empresas poderão optar por beneficiar de um apoio à celebração imediata de um contrato individual de trabalho, em que o Estado entrará com, pelo menos, 150% do Salário Mínimo Nacional (SMN) durante doze meses e fará o acompanhamento regular da inserção do jovem trabalhador.Em alternativa, as PME poderão recorrer a um apoio à realização de estágios profissionais e posterior contratação do jovem trabalhador, em que o Estado irá comparticipar em 60% uma bolsa de duas vezes o SMN, também durante 12 meses, financiando ainda o seguro, o subsídio de alojamento e transporte. A posterior contratação sem termo, após o estágio, também será alvo de apoio por parte do Estado, que apoiará a PME com 120% do SMN, durante um ano.Relativamente às candidaturas, estas podem ser realizadas directamente pelas PME individualmente ou em parceria com entidades da sociedade civil (associações empresariais, instituições empresariais, instituições de ensino superior ou outras). O Governo prevê abrir as inscrições a partir de Junho de 2005, podendo estas ser formalizadas via Internet, ou no IAPMEI ou IEFP, bem como noutras entidades que se associem ao Programa.

Mais Notícias

    A carregar...