uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Uma mulher à frente da associação

Virgínia Estorninho é presidente da direcção do Clube Cultural Azambujense
Edição de 25.05.2005 | Sociedade
Fardas novas para todos os elementos da banda filarmónica do Centro Cultural Azambujense. Foi este o presente da Câmara Municipal de Azambuja a uma das instituições mais antigas da vila, que no sábado, 20 de Maio, comemorou 104 anos.Esta foi uma das primeiras reivindicações feita pela presidente da direcção do Centro Cultural Azambujense, Virgínia Estorninho, que há dois anos aceitou o desafio de pegar na colectividade.O problema do vestiário e das instalações está resolvido, mas às suas costas Virgínia Estorninho tem outros problemas a ultrapassar. “Queremos ser os melhores amadores a nível nacional”, assegura Virgínia Estorninho, ex-vereadora da oposição (PSD) em Azambuja.A conquista de mais elementos é um objectivo numa altura em que o associativismo vive uma crise. “Antigamente a vida social girava à roda do centro. Hoje as pessoas passam muito tempo frente à televisão e acabam por não sair de casa”, analisa. O Centro Cultural Azambujense foi criado em redor da banda, mas hoje a instituição oferece um variado leque de actividades. Além de música é possível aprender ballet, viola, guitarra, integrar o grupo coral, praticar ginástica ou representar teatro.

Mais Notícias

    A carregar...