uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Publicidade selvagem

Edição de 08.06.2005 | O Mirante dos Leitores
Não sei se a colocação de cartazes e placas na via pública a anunciar tudo e mais alguma coisa é legal. Se o é, não deveria ser. Se o é tem que deixar de ser.É nas cidades e à beira das estradas. Sou leitora de O MIRANTE há muitos anos e tenho acompanhado esta situação. Moro em Santarém e não gosto do que vejo ao longo das estradas e na própria cidade. E o mesmo se passa noutras cidades e vilas que costumo visitar.Há propaganda colada e pendurada em tudo o que é sítio. Nas árvores, nos candeeiros, nos monumentos. Haja decoro, por favor!O que é ainda mais grave é que esses cartazes anunciam iniciativas de entidades que deveriam ter outro tipo de sensibilidade. Câmaras Municipais, Associação Empresarial (NERSANT), Partidos Políticos. Não sou contra a promoção das iniciativas mas gostaria que houvesse bom gosto, bom senso e, acima de tudo, civismo.Uma entidade que promove uma iniciativa pregando um cartaz de gosto duvidoso numa árvore com um prego, ou amarrando o mesmo cartaz com um arame a um poste de iluminação, não se prestigia nem prestigia a iniciativa anunciada. Antes pelo contrário.Não vale a pena virem-me dizer que isso é feito legalmente. Que foi dada autorização pela câmara municipal ou qualquer outra entidade. Isso apenas prova que essas entidades não merecem a consideração dos cidadãos porque não zelam pelo seu bem estar. Não zelam pela limpeza. Facilitam e incrementam a poluição e o caos visual.Há locais próprios para fazer publicidade. Out-doors, mailings, jornais, revistas, rádios. Utilizem-nos se fazem favor.Maria Clara Drumond

Mais Notícias

    A carregar...