uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Lutar contra o desencanto na política

Lutar contra o desencanto na política

António Nobre é o cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Azambuja
Edição de 08.06.2005 | Política
Apresentar uma alternativa à gestão socialista de 20 anos em Azambuja e lutar contra o desencanto que tomou conta da política. São estes alguns dos objectivos do cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal da Azambuja, António Nobre.Os candidatos do partido aos órgãos autárquicos do concelho foram apresentados publicamente na tarde de domingo, 5 de Junho, no auditório do Páteo do Valverde, em Azambuja.O advogado e actual deputado da Assembleia Municipal de Azambuja, 46 anos, considera que é necessário lutar contra o descrédito instalado no meio que só contribui para alargar mais o fosso entre a população e os políticos que tomam decisões fundamentais para a vida de cada um dos eleitores.O candidato à Câmara de Azambuja lembra que há questões fundamentais a abordar, como é o caso do saneamento básico, que continua por resolver. “Hoje fazem-se obras para agradar à vista, quando os projectos deveriam ser desenvolvidos ao longo de um mandato. Esquece-se o essencial para mostrar o acessório”, critica António Nobre.A deputada Odete Santos, presente na cerimónia de apresentação dos candidatos, partilha da opinião de que existe um desencantamento da política que começa a influenciar a ida às urnas.Odete Santos, que não poupou críticas ao Governo de Sócrates durante a sua intervenção, defende que é preciso reconquistar a população para as grandes causas. “A política é como pão para a boca. É o alimento do ser humano. E se não fosse o desenvolvimento da política não estaríamos hoje aqui, não haveria direitos, nem liberdade e teria que continuar a dizer-se que é o sol que anda à volta da terra para obedecer ao obscurantismo”, sublinhou.Na lista à câmara municipal seguem-se 10 nomes, seis dos quais independentes. Sónia Botas, Élia Paula, Manuel Rocha, José Alexandre, Maria Margarida Curto, Elsa Couchinho, Armando Parreira, Lourenço Mota, José Rodrigues e Mara Carvalho são as apostas da CDU.Em quatro das nove assembleias de freguesias do concelho o partido mantém como candidatos os actuais presidentes de junta: Herculano Martins em Manique do Intendente, Maria José da Ponte em Maçussa, Paulo Correia em Vila Nova de São Pedro e Justino Oliveira em Aveiras de Cima.Para Azambuja o partido propõe Carlos Rebelo, em Vila Nova da Rainha Ana Rocha dos Santos e para Aveiras de Baixo José Amador. Joaquim Isidro avança para Vale do Paraíso e Augusto Santos para Alcoentre.Na corrida aos lugares da assembleia municipal estão António José Rodrigues, José Brás, António Reis, João Couchinho, Helena Mata, José Alexandre, João Ramos, José Abreu e Domingos Alberto.
Lutar contra o desencanto na política

Mais Notícias

    A carregar...