uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Uma oportunidade para bons negócios

Uma oportunidade para bons negócios

Feira de Stocks de Coruche de 2 a 4 de Setembro no novo parque do Sorraia

No primeiro fim-de-semana de Setembro realiza-se a Feira dos Stocks de Coruche, com um vasto leque de produtos a preços baixos para os milhares de visitantes que são esperados.

Edição de 24.08.2005 | Economia
A pouco mais de uma semana do início da Feira dos Stocks de Coruche já estão inscritos mais de 50 expositores para o certame dos preços baixos. A Associação Empresarial da Região de Santarém – Nersant, com o apoio da Câmara de Coruche e da Associação Comercial de Coruche e Salvaterra de Magos, organiza o certame que decorre entre 2 e 4 de Setembro e que já contou com edições em Torres Novas e no Cartaxo. Uma oportunidade de negócio para comerciantes e empresários do concelho de Coruche e também para os visitantes que queiram comprar artigos e produtos a preços mais baixos.Até 18 de Agosto estavam inscritos 51 expositores, a maior parte dos ramos de vestuário, calçado, mobiliário, electrodomésticos e perfumaria. Mas também haverá acessórios de moda, máquinas e ferramentas, artigos decorativos, entre outros tipos de oferta.Segundo a responsável do departamento de Feiras e Certames da Nersant, Márcia Madeira, há mais dez expositores em lista de espera. “O espaço terá capacidade coberta para 65 a 70 expositores, além da possibilidade de haver stands de marcas automóveis no exterior”, referiu, durante a apresentação da feira.É objectivo da Feira dos Stocks de Coruche proporcionar negócios às empresas, ajudando a escoar stocks e restos de colecção, gerando oportunidades de negócio e apresentando preços atractivos. Ao contrário das edições da feira de stocks já realizadas em Torres Novas e Cartaxo, em Coruche não haverá lugar a leilões, experiência que não correu bem. Os comerciantes de Coruche pagam 30 euros pelo espaço de exposição durante o certame, enquanto os de fora terão de desembolsar 150 euros. A estrutura será montada no parque do Sorraia, junto à praça de toiros. O certame irá abrir às 18h00 de sexta-feira, até às 24h00. Sábado e domingo abre às 11 horas, encerrando às 24h00 e 20h00, respectivamente. As entradas são gratuitas. Revitalizar o comércio localA vice-presidente da Associação Empresarial da Região de Santarém, Salomé Rafael, salientou a possibilidade que o comércio e indústria locais terão de escoar artigos e produtos, alguns com pequenos defeitos, mas perfeitamente funcionáveis. “Além dos benefícios para empresas e consumidores, Coruche vai beneficiar da visita de milhares de pessoas, estimulando as suas actividades económicas em diversos domínios”, sublinhou. Salomé Rafael aproveitou ainda a oportunidade para lançar o repto ao presidente da Câmara de Coruche para que rapidamente se avance na criação do novo parque de negócios, capaz de acolher empresas de dimensão como o concelho já tem nas áreas da agro-indústria e telecomunicações. O presidente da Associação dos Comerciantes de Coruche e Salvaterra de Magos, Vítor Rouxinol, disse que a feira dos stocks é um projecto interessante para revitalizar o “moribundo comércio local”. Considerando bem vinda a aproximação da Câmara de Coruche e da Nersant à ACCSM.O líder da autarquia, Dionísio Mendes (PS), acredita no êxito do certame, “embora já exista uma crise de espaço em face da boa procura por parte de expositores”, referiu. Mostrou-se também satisfeito pelo facto de o período de férias não ter sido óbice à adesão de comerciantes. Dionísio Mendes salientou que é objectivo da autarquia promover o comércio local, como já aconteceu com a campanha de Natal. Em relação ao parque de negócios, disse ainda que a câmara quer que outras indústrias se instalem no concelho, para evitar crises cíclicas, como as do tabaco e da beterraba. Destacou também a importância da Escola Profissional de Coruche na formação de mão-de-obra especializada. A Feira de Stocks de Coruche não vai contar apenas com a vertente comercial. Além de zona de tasquinhas, vai ter animação musical e folclore. Sexta-feira, 2 de Setembro, há um concerto com Mónica Sintra. Uma corrida de toiros vai animar a noite de sábado a partir das 22h00. No domingo, pelas 16h00, há festival de folclore, com três agrupamentos do concelho. Entre 1 e 4 de Setembro, decorre também o III Festival Ribarock, que encerra com os Yellow W Van, e o I Festival da Cerveja, pelo que animação não vai faltar aos visitantes. A Nersant espera a presença de cerca de 35 mil pessoas em Coruche.Ricardo Carreira
Uma oportunidade para bons negócios

Mais Notícias

    A carregar...