uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Aposta no social

Mulheres e jovens renovam listas da CDU do Entroncamento
Edição de 21.09.2005 | Política
O número de mulheres e de jovens com menos de 35 anos que engrossam as listas da CDU aos órgãos autárquicos do Entroncamento foi mais uma vez realçado pelos candidatos, num almoço de campanha para divulgação do programa eleitoral, realizado domingo. Ou uma “reunião de trabalho”, como preferiram chamar-lhe.Sublinhadas foram também as “condições adversas” que o vereador António Ferreira suportou no actual mandato. O exemplo mais contundente foi a retirada das tarefas. Atitude reveladora da “prepotência e arrogância do presidente da câmara”. Apesar de tudo “continuámos a defender a população do Entroncamento e foi devido à nossa insistência que o Imposto Municipal de Imóveis foi reduzido a 0,6 por cento”, afirmou a candidata à câmara Telma Jorge.Ao eleitorado, a candidata promete requalificar os bairros sociais e reforçar o investimento na habitação social, criar o centro de convívio intergeracional da zona sul, dedicar especial atenção à assistência domiciliária e desfazer as barreiras arquitectónicas, no âmbito do apoio social. Mas a CDU tem linhas estratégicas de actuação para todos. A cultura, o desporto, os sectores e o planeamento urbanístico aparecem nos lugares cimeiros, bem como a melhoria da qualidade dos sistemas de abastecimento de água e de saneamento, elaborando um “plano director de esgotos” e o “regulamento do saneamento básico”. Consta também do programa a instalação de saneamento em todo o concelho – em Casais Formigos não existe esta infraestrutura – a construção de uma nova estação de tratamento de águas residuais (ETAR) e a despoluição da ribeira de Santa Catarina.A cultura, o desporto, o meio ambiente, onde está programada a criação de uma “carta verde” e de um “plano municipal para o ambiente” e uma “maior intervenção na defesa dos interesses do município e das populações”, com especial incidência para pressionar a Refer e o poder central com vista à “rápida remodelação” da estação dos caminhos-de-ferro e a construção da passagem desnivelada sobre a linha da Beira Baixa.“A nossa campanha será pela positiva”, afirmou Luísa Araújo, do comité central do PCP, que reafirmou: “A CDU tem um projecto político, tem ambição e responsabilidade. Defendemos o sector produtivo e lutaremos para que a lei-quadro da água tenha um debate público. A água é um bem de todos que não deve ser mercantilizada”.O almoço terminou com canções de intervenção, interpretadas Daniela Mata, uma jovem que ocupa o segundo lugar da lista à freguesia de Nossa Senhora de Fátima.Margarida Trincão

Mais Notícias

    A carregar...