uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

António Ribeiro

37 anos, director comercial, Porto Alto

“Isentar um jogador de futebol que ganha milhões de impostos sobre prémios seria a maior injustiça. Eles ganham muito dinheiro e têm de contribuir para o Estado como qualquer outro trabalhador e na devida proporção”

Edição de 26.07.2006 | Agora falo eu
Está preocupado com a eventual falência do sistema de pensões da segurança social?A sensação que tenho é que quando chegar à minha altura já não haverá pensões. A pensar nisso já tenho alguns seguros programados para poder ter um rendimento alternativo depois dos 65 anos.O governo anunciou 25 mil postos de trabalho na Castanheira do Ribatejo. Acredita neste projecto?Já não acredito em grandes projectos. Veja-se o TGV, o aeroporto e os projectos anunciados aqui para a Companhia das Lezírias. Está tudo parado.Julgo que o governo deveria preocupar-se também em manter as boas empresas, como a GM de Azambuja, e não deixar que fechem e atirem as pessoas para o desemprego. Como é que acompanha a crise no Médio Oriente?Com preocupação porque aquela zona é um barril de pólvora. Enquanto os Estados Unidos mandarem em Israel não haverá Paz no Médio Oriente. Os conflitos vão arrastar-se aos países vizinhos que querem manter a sua independência.Tem confiança na água da rede?Sempre bebi água da torneira e não tenho nenhum receio. Julgo que aqui no Porto Alto a água é de boa qualidade.Onde é que seriam as férias de sonho?Neste momento já queria férias em qualquer lugar (risos). Férias de sonho seriam numa ilha deserta com água morna, transparente e uma boa companhia. Era capaz de fazer nudismo numa praia portuguesa?Sem problemas, não tenho nenhum problema nisso. Se a pessoa se sentir à vontade porque não?As praias portuguesas são seguras?Jugo que as praias vigiadas são das mais seguras do mundo. O problema é quando não há vigilância e nadadores com formação. O facto de serem os concessionários dos bares e restaurantes a pagarem a vigilância pode ser prejudicial porque põem lá pessoa com poucas condições e sem equipamentos.Qual foi o livro que o marcou?“Os Maias” de Eça de Queirós marcaram-me pela negativa. Era leitura obrigatória no secundário e foi um grande frete porque não gostei. Pela positiva gostei muito do livro do José Mourinho. Sendo um técnico de futebol é um homem com uma visão interessante da realidade e com um nível intelectual superior. O livro tem algumas lições de vida que nos podem ser úteis.Os jogadores da selecção nacional devem ser isentos de impostos sobre os prémios do mundial?Isentar um jogador de futebol que ganha milhões de impostos sobre prémios seria a maior injustiça. Eles ganham muito dinheiro e têm de contribuir para o Estado como qualquer outro trabalhador.O que é que faz mais falta no Porto Alto?A primeira necessidade que sinto é uma creche ou jardim de infância porque há muitos casais novos com filhos que não têm onde os deixar. Depois é preciso uma zona verde para passear a pé ou de bicicleta e parques infantis para as crianças. O Porto Alto cresceu, mas as ofertas de equipamentos públicos não acompanharam o crescimento.

Mais Notícias

    A carregar...