uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Menos pão e chocolates e muito mais exercício

Menos pão e chocolates e muito mais exercício

José Cordeiro perdeu 12 quilos desde Fevereiro
Edição de 13.09.2006 | Especial Regresso às Aulas
José Cordeiro, 13 anos, foi um dos alunos sujeitos aos testes físicos na Escola Secundária de Coruche, durante o ano lectivo 2005-2006, que apresentava uma situação de excesso de peso e má condição física.O aviso chegou em boa hora e desde então o aluno, que irá frequentar o oitavo ano, está a recuperar a forma física. “Os testes detectaram que estava com um índice de massa corporal elevado, com 20 quilos a mais. E eu também notava que me cansava muito facilmente e tinha dificuldade em respirar”, admite.José Cordeiro pesava então 97 quilos para 1,75 metros altura. Desde Fevereiro deste ano e até à data o aluno baixou para os 85 quilos. E garante que só vai descansar quando chegar aos 75 quilos, o peso ideal indicado pela médica nutricionista que consultou.A “culpa” do excesso de peso deve-se a vários factores. José Cordeiro confessa que cada vez que saía das aulas e até à hora de jantar se punha sentado a jogar na Playstation ou a “teclar” no Messenger ao computador. Depois via televisão e muitas vezes também jogava computador à noite.“Para piorar comia bastante pão e chocolates. Sempre e a todas as refeições. Agora a conselho da médica só posso comer um paposseco por dia”, revela.Apesar do excesso de peso, José Cordeiro não é o típico aluno que está sempre parado. Além das aulas de educação física na escola, praticou natação dos nove aos 12 anos. Desde então frequenta também o ginásio três vezes por semana. “Prefiro estar assim com pessoas do que ir correr a pé sozinho. Também jogo à bola, brinco com animais, etc…”, acrescenta.Em casa tem uma bicicleta, aparelhos para abdominais. À noite costuma passear a pé com os pais. Aos sábados toca bombardino na Sociedade de Instrução Coruchense. Quando sai da escola costuma ir a pé para casa, a cerca de cinco quilómetros de distância. “Os testes físicos serviram-me de aviso. Sinto-me bem melhor e até há três dias que não toco no computador. Mas vejo que muitos amigos e alunos da escola também abusam do computador e da playstation”, diz José Cordeiro.
Menos pão e chocolates e muito mais exercício

Mais Notícias

    A carregar...