uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Pesados e alérgicos ao desporto

Estudo feito na Escola Secundária de Coruche revela que maioria dos alunos não está em forma

Um estudo feito por professores da Escola Secundária de Coruche fez soar o alarme: mais de metade dos alunos leva uma vida sedentária e apresenta já factores de risco a nível de saúde.

Edição de 13.09.2006 | Especial Regresso às Aulas
Peso em excesso e prática desportiva reduzida são as causas apontadas para o baixo nível de condição física da maior parte dos alunos que participaram num estudo efectuado pela Escola Secundária de Coruche (ESC).Os testes em que participaram 384 alunos (206 raparigas e 178 rapazes) com idades entre os 12 e os 19 anos, no primeiro período e no final do ano lectivo 2005-2006, verificaram que apenas 44,6 por cento dos alunos participava em prática desportiva organizada. Enquanto mais de metade (50,5 por cento) apresentava um baixo nível de referência em critérios de saúde.O estudo realizado pelo Grupo de Educação Física da ESC defende a criação de condições favoráveis à concretização de prática de actividade física e a diminuição da inactividade durante as aulas de educação física.Para dar a volta ao texto torna-se necessário alterar os espaços físicos da escola e construir o pavilhão desportivo. Bem como elaborar conteúdos programáticos sob o tema “Estilo de Vida Saudável”, que incluam informação sobre alimentação saudável e vida activa nas disciplinas de Projecto e Formação Cívica, a leccionar de preferência no oitavo ano. Dois terços dos estudantes da amostra não atingem o nível desejado de saúde, apresentando, pelo menos, um factor de risco negativo. Resultados “que fazem vislumbrar elevados níveis de sedentarismo quando os jovens constituírem a população adulta”, pode ler-se. A deficiência de instalações pode ter contribuído para os resultados dado que a disciplina de educação física não constou do plano curricular do ano lectivo 2004-2005, por deficiência dos balneários.Sugerem ainda os docentes que, ao nível da política autárquica, as actividades desportivas avulsas sejam integradas em programas de desenvolvimento na área da saúde, condição física e ocupação de tempos livres. Segundo Ricardo Raposo, um dos docentes que realizou o estudo e também vereador no executivo municipal de Coruche eleito pela CDU, é preciso saber que actividades desportivas preferem os alunos. “Para que não se construam equipamentos para apenas algumas modalidades ou então que se opte por estruturas multifuncionais”, opina. O estudo de aptidão física dos alunos da Escola Secundária de Coruche foi elaborado pelo grupo de educação física daquele estabelecimento de ensino, composto pelos professores Ricardo Raposo, José Reis, João Santos, José Faustino e Carlos Moura.

Mais Notícias

    A carregar...