uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Rui Gomes

34 anos, Castanheira do Ribatejo, Técnico de farmácia

“O homem pensa que consegue dominar a natureza. No entanto, está provado, cada vez mais, que a natureza se revela mais forte que o ser humano.

Edição de 13.12.2006 | Agora falo eu
Gosta do que faz?É um trabalho bastante gratificante, porque se consegue colaborar com as pessoas e ajudá-las nos problemas. Muitas vezes vêm à farmácia a pedir conselhos e opiniões sobre a saúde e fico sempre satisfeito por poder dar o meu modesto contributo. Qual o último filme que viu?Foi em DVD e vi-o em casa. O filme chama-se “O Fiel Jardineiro” e retrata a negligência médica que existe em certos países africanos.Gosta de música?Ouço muito a música dos anos 80/90 do século passado. Bandas como os U2, Pink Floyd, Dire Straits e Supertramp, são as minhas favoritas. Já o som mais moderno, não me desperta muito a atenção.Pratica desporto?Faço Parapente sempre que posso. É uma actividade que me ajuda a encontrar o necessário equilíbrio mental para a vida diária. Basicamente, é no Parapente que vou buscar as energias para continuar a andar bem-disposto (risos).Que zona escolhe para fazer Parapente?Normalmente, vou à Serra do Montejunto. Ocasionalmente, desloco-me à Serra da Estrela, ou então, vou a uma ou outra falésia mais próxima.Existem riscos?Existem riscos, mas isso é como tudo na vida. Para mim, o Parapente é mais seguro do que andar de mota.È um desporto dispendioso?A aquisição do material é coisa para rondar os 2.500 euros. É um investimento que compensa pelo prazer que se sente quando se está lá em cima nas alturas. Depois é tudo relacionado com a manutenção do equipamento.Depreende-se que gosta de voar. Já pilotou algum avião?Já andei num ultraleve, da marca “Quick Silver”, que pertence a um amigo. Foi com ele que efectuei dois voos no Aero Clube Lagoa de Óbidos.Qual a sensação de ver o mundo lá de cima?Magnífico. A sensação de ver o poder da natureza é o mesmo que se sente quando se vê tudo lá de cima. È como se uma pessoas saísse deste mundo e estivesse lá no alto, alheado da realidade e preocupado apenas em contemplar a natureza. Os problemas pessoais, o dia-a-dia, as tragédias, tudo deixa de fazer sentido…A natureza é assim tão poderosa?Às vezes interrogo-me sobre o que realmente existe e qual o significado da nossa existência. A minha convicção é que tudo se move em torno de uma energia. É uma coisa que, quanto a mim, faz parte da civilização desde os tempos ancestrais. Desde os tempos anteriores ao surgimento da humanidade.Quem é mais forte, o homem ou a natureza?O homem pensa que consegue dominar a natureza. No entanto, está provado, cada vez mais, que a natureza se revela mais forte que o ser humano. Dou o exemplo do buraco de ozono. Ao longo das últimas décadas o homem, com as suas indústrias, tem expelido, cada vez mais, gases nocivos para a atmosfera. A defesa da natureza chama-se buraco de ozono. Quem fica a perder é a humanidade. Ou as emissões de gases são reduzidas substancialmente, ou então estamos todos condenados à extinção.É religioso?Sou cristão e respeito todas as religiões e credos. Se fosse assim em toda a parte, por certo que viveríamos todos num mundo melhor, em paz e sem guerras.

Mais Notícias

    A carregar...