uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara admite subir apoio financeiro para a Festa do Bodo da Azinhaga

Edição de 24.04.2007 | Sociedade
A Câmara da Golegã admite aumentar o apoio financeiro da Festa do Bodo da Azinhaga para 10 mil euros, caso seja necessário. No orçamento para 2007, a autarquia previa atribuir apenas uma verba de 7.500 euros. No entanto, a comissão organizadora já anunciou a existência de dificuldades financeiras, o que fez a autarquia reconsiderar a verba a atribuir. O vice-presidente Rui Medinas (PS) garante que o município está disponível para comparticipar os custos até ao limite atribuído em realizações anteriores (10 mil euros). Mas a câmara só irá pagar se as despesas forem justificadas. Além da verba financeira, a autarquia irá participar ainda com a colocação de 25 stands para a realização do evento. A Festa do Bodo da Azinhaga realiza-se com intervalos de quatro anos (à semelhança do que acontece com a Festa dos Tabuleiros de Tomar). Este ano, o evento realiza-se de 24 a 27 de Maio. O programa inclui espectáculos taurinos, musicais e o Cortejo das Moças. No entanto, o ponto alto é o da distribuição do Bodo. Há quatro anos foram distribuídos mil quilos de carne e mil litros de vinho.A Festa do Bodo remonta a 1678 e é inspirada no culto do Espírito Santo. No entanto, as suas principais características são populares e profanas. Durante o século passado, a Festa do Divino Espírito Santo, realizou-se apenas seis vezes. "Festa do Bodo" significa dádiva de alimentos aos pobres. No passado, o pão era recolhido durante os primeiros dias de festa nas casas mais abastadas da Azinhaga. Em seguida era benzido e distribuído pelos mais necessitados.

Mais Notícias

    A carregar...