uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Diamantino Duarte continua a liderar Bombeiros Voluntários de Santarém

Diamantino Duarte continua a liderar Bombeiros Voluntários de Santarém

Objectivo principal é concluir o novo quartel da corporação

Os anteriores corpos gerentes foram reconduzidos para mais quatro anos de mandato sem oposição.

Edição de 16.05.2007 | Sociedade
Diamantino Duarte foi reeleito presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santarém (BVS), num participado acto eleitoral que decorreu na noite de quinta-feira. Da sua equipa para o mandato 2007/2011 fazem parte Custódio Tomé (vice-presidente), Paulo Chora (secretário) e Afonso Nazaré (tesoureiro). O conselho fiscal é presidido por Joaquim Serrão e a mesa da assembleia continua sob liderança de Hermínio Martinho. A segunda lista que se apresentou a eleições, liderada por José Silva, acabou por desistir pouco antes da votação se iniciar. A única lista submetida a sufrágio colheu 78 votos a favor, seis brancos e sete nulos.O grande objectivo da direcção é concluir o novo quartel de bombeiros. A empreitada tem-se arrastado por muito mais tempo do que o inicialmente previsto devido às dificuldades financeiras que atravessa a empresa construtora. Diamantino Duarte acredita que a situação poderá estar resolvida a breve prazo com a garantia de financiamento por parte de uma entidade bancária. “Se tudo correr normalmente, as obras poderão recomeçar em Julho”, diz o reconduzido presidente da direcção dos BVS. A intenção é que as novas instalações estejam concluídas em Novembro, quando se assinala mais um aniversário da associação. “Vamos desenvolver todos os esforços nesse sentido”, acrescenta.Em Dezembro passado, Diamantino Duarte projectava a mudança antes das eleições que agora se realizaram. Foi mais uma previsão falhada numa empreitada que tem conhecido várias vicissitudes. Inicialmente a data apontada para a conclusão do quartel era Novembro de 2005. Prazo que foi sendo sucessivamente prolongado. Na edição de O MIRANTE de 5 de Julho de 2006, um dos responsáveis da empresa António Jorge Lda. indicava o passado mês de Novembro como limite para entrega da obra, mas tal acabou por não se concretizar mais uma vez. Recorde-se que no negócio celebrado entre a empresa e a associação humanitária, a construtora fica na posse do actual quartel-sede, um imóvel no centro histórico da cidade. Recebe ainda um lote de terreno, também pertença dos bombeiros, apto para construção junto ao novo quartel, que se situa perto da rotunda de Vale de Estacas. A empreitada está avaliada em cerca de 1,4 milhões de euros e tinha um prazo de execução de 12 meses há muito ultrapassado.
Diamantino Duarte continua a liderar Bombeiros Voluntários de Santarém

Mais Notícias

    A carregar...