uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Arguido descobriu a bíblia na prisão e levou-a para o Tribunal

Arguido descobriu a bíblia na prisão e levou-a para o Tribunal

Edição de 11.07.2007 | O Cartoon da Notícia
Um individuo de etnia cigana começou a ser julgado no Tribunal de Vila Franca de Xira acusado por um rol de crimes, que incluem 14 crimes de burla qualificadas, uma na forma tentada, a que se acrescem dois crimes de falsificação de documentos, um roubo qualificado e um sequestro agravado. O mesmo confessou ser autor das burlas, adiantando que na prisão descobriu uma nova orientação para a sua vida. Exibindo a bíblia na mão, lá foi dizendo que está arrependido dos factos e que, pese embora auferir um rendimento de cerca de mil euros, conduzia um BMW de luxo porque era o carro dos seus sonhos. Deve essa graça aos seus pais, que sempre lhe ajudaram nas despesas. A voz do arguido era serena e pausada. Olhando para o seu rosto, vê-se que descobriu Deus. O arrependimento que alegadamente terá acontecido terá feito o arguido sentir que praticar o mal nunca é o melhor caminho. A sala de audiências estava lotada, mas o respeito foi a nota dominante entre os presentes. O arguido já tem o perdão de Deus, resta saber se terá o dos juízes.
Arguido descobriu a bíblia na prisão e levou-a para o Tribunal

Mais Notícias

    A carregar...