uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Agricultor matou operário da ponte na Lezíria de Vila Franca

Agricultor matou operário da ponte na Lezíria de Vila Franca

Produtor de melão estava cansado de ser roubado e perdeu a cabeça

O alegado furto de melão terá estado na origem da tragédia. O agricultor disparou contra uma carrinha com oito trabalhadores. Um morreu e os restantes saíram ilesos.

Edição de 01.08.2007 | Sociedade
Um agricultor de Alpiarça matou um jovem operário das obras da nova Ponte da Lezíria na quinta-feira, 26 de Julho. Cerca das 19h30, o homem de 63 anos terá detectado um grupo de oito homens que, alegadamente, invadiram a propriedade onde produz melão, junto do estaleiro da obra na Estrada do Camarão, Vila Franca de Xira, e terá disparado dois tiros contra uma carrinha com oito ocupantes, tendo um deles falecido. A vítima era Caboverdiano e tinha 25 anos. Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Vila Franca, quando o socorro chegou ao local, o homem estava morto junto do contentor do segurança do estaleiro. Depois de cumpridas as formalidades legais, o corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal em Lisboa para ser autopsiado. Segundo uma fonte que acompanhou a situação, o suspeito de homicídio terá dito que o grupo de operários, na maioria jovens, pretendia furtar melões nos terrenos cultivados por si. “Ele estava farto de ser roubado e perdeu a cabeça”, disse a O MIRANTE um produtor que também se queixa dos furtos de melão e da invasão abusiva dos terrenos. Segundo apurámos, o alegado homicida terá usado uma caçadeira para disparar o primeiro tiro contra a carrinha tendo utilizado uma carabina para o segundo tiro que atingiu um dos ocupantes. Os restantes escaparam ilesos. O homem foi detido no local pela GNR de Castanheira do Ribatejo que o entregou à Polícia Judiciária dado ser um crime com utilização de arma de fogo e homicídio. A PJ confirma a investigação e num comunicado refere que depois de presente ao tribunal, o suspeito ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva.Recorde-se que os furtos na lezíria de Vila Franca são frequentes e, por causa dos prejuízos causados, a Associação dos Beneficiários da Lezíria Grande (que abrange 300 agricultores e seareiros) colocou portões e sistema de controlo no acesso e circulação na lezíria. O novo sistema entrou em funcionamento na quarta-feira, 1 de Agosto, e inclui a circulação de vigilantes nas estradas que dão acesso às propriedades para evitar o uso abusivo do património natural e a invasão das propriedades. A associação fez um investimento de 100 mil euros e garante que “ninguém será impedido de ter acesso à lezíria, o que vai existir é um controlo das entradas e saídas”.
Agricultor matou operário da ponte na Lezíria de Vila Franca

Mais Notícias

    A carregar...