uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Cartaxo projecta investimento em pavilhão multiusos no valor de oito milhões de euros

Edição de 29.08.2007 | Desporto
A Câmara do Cartaxo tem concluído o estudo prévio que prevê a construção do futuro pavilhão multiusos na cidade, no terreno livre em frente ao estádio municipal. Polivalência, modernidade e centralidade são palavras-chave do futuro equipamento que numa primeira avaliação, ainda sem o projecto base, poderá implicar um custo total de oito milhões de euros, incluindo construção de arranjos exteriores e beneficiação de outras infra-estruturas desportivas.O projecto será candidatado a financiamentos comunitários do Quadro de Referência Estratégico Nacional 2007-2013, prevendo-se que tenha arranque até ao final deste ano e esteja concluído em 2008. O pavilhão multiusos do Cartaxo irá permitir desenvolver todas as modalidades desportivas, assegurar a prática desportiva regular de colectividades, clubes e escolas e receber competições de âmbito nacional e internacional. Terá como capacidade máxima cerca de 2.100 lugares sentados e 230 lugares de pé e fruto da flexibilidade das bancadas telescópicas a lotação poderá ser alterada.A polivalência do equipamento permitir-lhe-á albergar eventos relacionados com a moda, feiras e exposições (capacidade para 110 stands de nove metros quadrados), congressos, concertos, entre outras organizações. Uma nova centralidade no Cartaxo, onde já coabitam o complexo da quinta das Pratas, o estádio municipal, a escola secundária e uma unidade hoteleira. “Uma centralidade que poderá, no futuro, proporcionar a criação de um centro de estágios, beneficiando assim o Cartaxo de um conjunto de infra-estruturas ímpares na região”, aventou o líder da autarquia, Paulo Caldas (PS). Os recintos do Ateneu Artístico Cartaxense e do Inatel, que recebem a prática de algumas modalidades, deverão funcionar como complemento da nova infra-estrutura e ser alvo de beneficiações.Para descentralizar e valorizar a prática desportiva regular, a autarquia pretende também criar pavilhões desportivos polivalentes nas duas maiores freguesias do concelho. Em Vila Chã de Ourique, junto ao actual complexo desportivo, e em Pontével, junto à sede da Casa do Povo. Projectos a 15 ou 20 anos, foi explicado.O vereador do PSD, Manuel Jarego, concorda com a construção do pavilhão para a actividade desportiva mas sugere que a praça de touros seja dotada de cobertura e possa receber eventos de cariz social, cultural e lúdico. Enquanto Pedro Ribeiro, vereador socialista sem pelouros, considerou que o futuro pavilhão deverá assegurar a prática simultânea de várias modalidades.

Mais Notícias

    A carregar...