uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Fátima vence Sporting e marca a história da nova Taça da Liga

Segunda mão a disputar em Fátima vai decidir quem continua na prova
Edição de 24.10.2007 | Desporto
Um “tiro” de Falardo deu a vitória ao Fátima (2-1) diante do Sporting, em jogo da primeira “mão” da quarta eliminatória da Taça da Liga em Futebol e acalentou a esperança desta equipa seguir em frente na prova. Siga ou não a equipa do Centro Desportivo de Fátima já marca a história da Taça da Liga. Depois de ter eliminado o FC Porto, na marcação de grandes penalidades, a formação da Liga de Honra consegue, assim, levar a eliminatória em aberto para o seu estádio, na segunda “mão”, a 31 de Outubro. A instalação de um novo relvado em Alvalade obrigou o Sporting a recorrer ao Restelo como casa emprestada, situação que acabou por beneficiar a formação do Fátima, que não se atemorizou perante este candidato ao título e chegou ao intervalo a vencer por 1-0.Com um futebol ligeiramente pastoso, as duas equipas foram tentando, a espaços, encontrar o rumo da baliza, tendo sorrido a sorte ao Centro Desportivo de Fátima, quando, aos 15 minutos, Purovic cortou a bola com a mão na sua grande área, oferecendo uma grande penalidade a Cícero, que não desperdiçou a oportunidade.No segundo tempo, o Sporting alterou por completo a sua estrutura e fez entrar de uma assentada os “suplentes” João Moutinho, Miguel Veloso e Romagnoli, para os lugares de Celsinho, Farnerud e Gladstone. Substituições que surtiram os seus efeitos quando, aos 53 minutos, Liedson fez a igualdade.  Os comandados de Paulo Bento empurraram por completo a formação orientada por Rui Vitória, mas não conseguiram dilatar a vantagem e, aos 82 minutos, Falardo, com uma “bomba”, deu a vitória ao Fátima, que até pode perder em casa por 1-0.Treinador do Fátima assume dificuldades O treinador do Fátima, Rui Vitória, assumiu com modéstia que dificilmente a sua equipa, no jogo da segunda “mão”, em casa, a 31 de Outubro, conseguirá travar o Sporting apesar de admitir “não ficar mal sonhar” com a passagem à eliminatória seguinte.“Temos a perfeita noção de que do outro lado está uma realidade completamente diferente da nossa. Na segunda mão o Sporting tem todas as capacidades para dar a volta. Temos um longo caminho pela frente e temos de ter os pés bem assentes no chão”, adiantou.Rui Vitória destacou que “as coisas correram bem para o Fátima” e dedicou o triunfo aos seus jogadores, pelo trabalho em campo e pela diferença de argumentos em relação aos do Sporting.

Mais Notícias

    A carregar...