uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Por água abaixo

Por água abaixo

Edição de 24.10.2007 | O Cartoon da Notícia
A saga dos entulhos provenientes das obras no edifício antigo da Câmara de Alpiarça continua. Como se não bastasse encontrarem-se no meio do lixo documentos do município, agora as madeiras velhas, tijolos, azulejos foram despejados numa zona inundável perto do rio Tejo. Talvez na esperança que venha uma cheia valente para levar os detritos por água abaixo. No local, conhecido por malagueiro do Patacão de Baixo, foram despejadas carradas de entulho que vinham da zona da Bagageira, perto do recinto das feiras, onde a câmara começou por depositar os resíduos. Foi pior a emenda que o soneto. Os lixos foram atirados para uma lagoa com cerca de dois hectares, onde se encontram também sacos pretos, garrafões de plástico e mais alguns papéis. O vereador José Carlos Ferreirinha (PS) reconhece que o sítio não é o mais indicado, mas diz não existir outro para colocar este tipo de resíduos para os quais ainda não há solução, como acontece com o vidro, cartão e embalagens. E garante que os entulhos foram colocados com autorização do dono do terreno. O mais curioso é que no local existe uma placa da câmara a dizer que é proibido vazar lixo e entulho sob pena de multa. Mas os responsáveis do município sempre podem dizer que não a viram porque a vegetação que cresce desmesuradamente na zona tratou de a ocultar.
Por água abaixo

Mais Notícias

    A carregar...