uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Jaimerson resolveu jogo muito complicado e emotivo

Grupo Desportivo de Monsanto venceu e ficou mais isolado no comando
Edição de 10.01.2008 | Desporto
Os espectadores menos identificados com estas coisas do futebol, que se deslocaram domingo ao Campo do Pião, dificilmente acreditavam que estavam a assistir a um jogo de futebol entre duas equipas que disputam o Campeonato Nacional da Terceira Divisão. O jogo foi bem jogado, emotivo e os jogadores só pararam de procurar a vitória com o apito final do árbitro.O monsantense Jaimerson foi o homem do jogo. Marcou de cabeça, logo aos 13 minutos, o golo da vitória e até ao fim dos noventa e cinco minutos fez a cabeça em água aos defensores da equipa adversária.Mas estavam em presença as duas equipas que ocupam o primeiro e segundo lugar do campeonato, que mostraram bem porque é que isso acontece. O Monsanto venceu e aumentou a vantagem para seis pontos, em quinze jogos disputados, venceu doze, empatou dois e perdeu apenas um. Precisamente o jogo da primeira volta com o Unhais da Serra, uma equipa que mostrou também argumentos muito fortes para disputar a primazia na série.A emoção andou à solta, no campo e nas bancadas, onde uma falange de apoio muito aguerrida dos serranos quase suplantava em incentivos à sua equipa, o maior número de apoiantes do Grupo Desportivo de Monsanto.A vitória do Grupo Desportivo de Monsanto é perfeitamente justa. A equipa comandada por Vítor Alves foi efectivamente mais forte, dispôs de mais e melhores oportunidades de golo, e revelou-se futebolisticamente superior ao seu adversário. O Unhais da Serra mostrou-se sobretudo uma equipa com forte espírito de luta e recheada de elementos com grande experiência no futebol nacional, que ainda se mostram dispostos a lutar pela subida de divisão.

Mais Notícias

    A carregar...