uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Bombeiros têm desfibrilhadores mas não os usam por falta de formação

Edição de 10.01.2008 | O Mirante dos Leitores
É no mínimo incompreensível, que sendo Portugal um país com fracos recursos se continue nesta política de capelinhas. Os DAE´s (desfibrilhadores automáticos externos) são equipamentos que salvam vidas. Como prova disso gostaria de deixar aqui descritas duas situações que aconteceram comigo. Em Setembro de 2006 tive oportunidade de observar a sua eficácia numa intervenção feita por bombeiros, na cidade de Bruxelas, quando um funcionário da autarquia de Almeirim sofreu um ataque cardíaco que o teria morto não fosse a rápida intervenção destes profissionais auxiliados pelo desfibrilhador. No passado mês de Novembro aquando de um seminário internacional de Protecção Civil tive oportunidade de falar com bombeiros alemães sobre o uso do DAE. Segundo estes profissionais, a sua utilização é permitida a qualquer pessoa. Existindo equipamentos destes nos aeroportos, estações de comboio, universidades, espaços desportivos e inclusive nos aviões. Nestes dois países não se coloca a necessidade de serem apenas médicos a operar os equipamentos. Seria bom, para todos, que médicos e bombeiros se entendessem. Pedro Ribeiro

Mais Notícias

    A carregar...