uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Arquitectos projectam futuro das margens do Tejo

Edição de 17.01.2008 | Economia
Os ateliês de arquitectura vencedores do concurso internacional para dinamização do rio nas margens do Médio Tejo estão já a trabalhar na segunda fase do processo, após convite endereçado pelos quatro municípios que promoveram a iniciativa – Abrantes, Constância, Vila Nova da Barquinha e Chamusca. Uma ponte pedonal entre Tancos (Barquinha) e Arripiado (Chamusca), semelhante à que foi construída em Coimbra para ligar as duas margens do Mondego, é um dos projectos mais arrojados e que pode ser visto, em conjunto com os restantes, na sede da Ordem dos Arquitectos, em Lisboa, até 30 de Janeiro.Outros projectos apresentados são o de construção de uma ecopista ao longo da margem sul e a criação de um centro de acolhimento ao visitante no castelo de Almourol. Nesta segunda fase do processo pretende-se já para uma ideia mais pormenorizada de alguns dos edifícios e outros elementos fundamentais a conceber para reforçar a ligação das margens do Tejo ao longo de 24 quilómetros.

Mais Notícias

    A carregar...