uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

José Veríssimo,

33 anos, Benavente, bancário
Edição de 20.03.2008 | Opinião Pública
José Veríssimo só não acha a época da Quaresma especial por considerar que “deve fazer-se Páscoa em qualquer momento da vida, não só neste”. O dia de Páscoa é invariavelmente passado em família, em casa ou em passeio. Para este ano, a decisão sobre o que fazer ainda não foi tomada. O bancário de 33 anos não considera que a abstinência seja o mais importante nesta época. “É mais importante lembrarmo-nos da família e dos sentimentos que nos unem”, revela. No fundo, a abstinência era uma referência para a altura, reflecte. Tem Jesus como um ícone e uma referência e distingue igreja de religião. “A igreja para mim não é uma religião em si mesma, religião é uma coisa, igreja é outra. A igreja são as pessoas”, afirma admitindo que na igreja há margem para opiniões divergentes.

Mais Notícias

    A carregar...